sábado, 11 de agosto de 2012

Quimeras

Quimeras não são só criaturas mitológicas que possuem uma parte de uma espécie e outra parte de outra.

Em biologia, quimeras são seres vivos resultados da fusão entre dois óvulos fertilizados ou um óvulo fertilizado e um gameta extra. Resultando em um ser com conjuntos cromossômicos de número irregular e constituição genética originado de grupos celulares diferentes, como cada grupo mantém suas características, o indivíduo resultante possui partes com uma característica e outras partes com outras características. O indivíduo pode ter um olho de cada cor, por exemplo.

Em seres humanos se acontece essa fusão até o 4° dia após a fecundação, o resultado é um indivíduo quimera já que cada célula, apesar de possuir características diferentes, se fundem e formam um único ser, após esse tempo há riscos de que se origine gêmeos siameses, pois cada célula irá se desenvolver como programado e originar o que estava programada a originar.

Um indivíduo formado por uma fecundação normal possui 50% das informações genéticas da mãe e 50% das informações genéticas do pai, porém um quimera possui algumas células com 100% da informação genética da mãe e outras com 100% das informações genéticas do pai, sendo assim, se a pessoa for submetida a um exame de DNA, dependendo das células usadas para o exame, pode acontecer do exame apontar o indivíduo como não sendo filho do pai ou da mãe!

1 comentários:

Nuit Ranieri Brito disse...

Oi boa tarde, estou fazendo um trabalho sobre quimerismo e gostaria de saber quais as fontes utilizadas. Desde já agradeço, att Nuit

Postar um comentário